Appropriate image TBC
Methicillin-Resistant Staphylococcus aureus (MRSA) Bacteria

Questões chave sobre uso racional de antibióticos

No vídeo, você pode ter observado alguns dos problemas de gerenciamento de antibióticos, como:

  1. Prescrição de antibióticos abaixo do padrão de qualidade na atenção primária “muitos antibióticos diferentes”

  2. Falta de conhecimento do paciente sobre antibióticos e resistência, além do envolvimento na tomada de decisões sobre o seu cuidado “Eu deveria ter dito algo… os consultores sabem melhor”

  3. Falta de conhecimento e de preocupação do pessoal do staff com a resistência aos antibióticos “não era nada para se preocupar demais”

  4. Adesão ruim ao aconselhamento de antibióticos do microbiologista e aos guidelines locais de tratamento com antibióticos de última geração que ele normalmente usa para tais casos.

  5. Duração da antibioticoterapia “ele normalmente diz 14 a 28 dias”

  6. Uma sugestão de uso inapropriado de antibióticos para profilaxia (em vez de terapia) “frequentemente ele gosta de usá-los [antibióticos de última geração] para prevenir tais infecções”, embora “não em nossa política”

  7. Nenhuma evidência no vídeo de médicos e farmacêuticos (ou uma equipe de Stewardship de Antimicrobianos) trabalhando em conjunto para otimizar a prescrição.

Muitas vezes, a administração de antibióticos só é considerada adequada quando ocorre uma “crise” imprevista; por exemplo, um aumento local na incidência de infecções resistentes a antibióticos, como no cenário de surto, ou, em nível nacional, preocupação de pacientes, parentes, mídia e / ou outros. Embora o hospital do vídeo tivesse uma equipe de Stewardship de Antimicrobianos, sinais de alerta, alguns dos quais você identificou no ‘exercício de aquecimento’ na semana 1, passaram despercebidos e / ou não foram respondidos, resultando em uma crise.

Embora todo o uso de antibióticos tenha um impacto ecológico, em geral, antibióticos de amplo espectro como fluoroquinolonas, beta-lactâmicos/inibidores de beta-lactamases, cefalosporinas e carbapenêmicos têm maior probabilidade de selecionar bactérias resistentes a múltiplos fármacos e desencadear o surgimento de Clostridium difficile, devido ao seu maior impacto no microbioma humano e ambiental, em comparação com agentes de menor espectro, como benzilpenicilina, trimetoprim e tetraciclinas.

O uso de agentes de amplo espectro deve ser limitado a pacientes que tenham infecções resistentes a antibióticos ou aquelas consideradas severas que precisem de seu uso. Quando possível e clinicamente seguro, o agente antibiótico de espectro mais estreito disponível deve ser usado. Exames microbiológicos apropriados devem ser realizados antes do início da antibioticoterapia, sempre que possível, a fim de orientar a continuidade da terapia, bem como fornecer dados importantes de vigilância epidemiológica.

No nível da enfermaria, é vital que os médicos (ou outros prescritores) e farmacêuticos (quando disponíveis), que possuem habilidades diferentes que são fundamentais para prescrever antibióticos da melhor forma, e / ou equipes de gestão antimicrobiana trabalhem juntas em harmonia como parceiros iguais.

No nível organizacional, as equipes de stewardship/gerenciamento de antibióticos devem desenvolver relações funcionais e respeitosas com as equipes clínicas, a fim de, por exemplo, otimizar a adesão às diretrizes locais de antibióticos e responder de forma eficaz quando não for o caso.

Medir e monitorar o uso de antibióticos ao longo do tempo, preferencialmente combinado com a vigilância da epidemiologia microbiana local, é um componente fundamental do Stewardship de Antimicrobianos, permitindo potencialmente a resposta precoce a um problema antes que ocorra uma crise. Este componente do stewardship será considerado na semana 3.

Outros problemas que você pode ter identificado, mas são mais relevantes para uma equipe de prevenção e controle de infecções (CCIH) são:

• lavar as mãos (a esposa do paciente reconheceu que isso é sub-ótimo)

• contato paciente-paciente encorajado pela equipe

• técnica de inserção de cateter.

É importante enfatizar que o time de stewardship (AMT) e a CCIH, no entanto, devem trabalhar em conjunto com a sobreposição de membros e governança; algumas organizações integraram essas equipes por esse motivo.

Share this article:

This article is from the free online course:

Stewardship de Antimicrobianos: Gerenciamento da Resistência Antimicrobiana

University of Dundee