Klebsiella pneumoniae Bacterium
Klebsiella pneumoniae Bacterium by NIAID

Bactérias com resistência transferível

As bactérias resistentes também podem ser transferidas de pessoa para pessoa, direta ou indiretamente. Muitas infecções por bactérias multirresistentes são precedidas pela colonização por esses organismos.

A disseminação de bactérias resistentes a antibióticos, de pessoa para pessoa, tem sido frequentemente associada às infecções relacionadas à assistência a saúde (IRAS), particularmente no contexto hospitalar. No Reino Unido, infecções por bactérias multirresistentes, como o Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA), têm sido vistas como marcadores da qualidade da atenção hospitalar. Hospitais do Reino Unido com surtos de infecções por MRSA têm sido criticados por sua falta de higiene nas primeiras páginas dos jornais nacionais. No entanto, é muito simplista colocar toda a culpa nos hospitais pela disseminação de bactérias resistentes a múltiplas drogas.

O uso de antibióticos na comunidade também contribui significativamente para o surgimento e disseminação de bactérias resistentes, e isso é frequentemente auxiliado por problemas de saúde pública, como a falta de higiene pessoal.

No mundo em desenvolvimento, a contaminação dos alimentos e da água por resíduos fecais humanos e outras oportunidades de contato próximo com o esgoto também é um importante fator para a disseminação de bactérias resistentes. O contato com as fezes contribui significativamente para a disseminação de bactérias Gram-negativas resistentes a múltiplas drogas, como Escherichia coli e Klebsiella pneumoniae, bactérias clinicamente importantes que são constituintes normais da flora intestinal.

Ambos os mecanismos de resistência transferível, a transferência de genes de resistência e a transmissão de bactérias resistentes de uma pessoa para outra, são importantes na disseminação global de bactérias resistentes a antibióticos. Os dois mecanismos se complementam e ambos precisam ser abordados para que o surgimento e a disseminação de infecções resistentes a múltiplos medicamentos sejam controlados.

Neste curso, analisaremos especificamente o manejo antimicrobiano, que visa impedir o surgimento e disseminação de bactérias resistentes a antibióticos através do uso controlado de antibióticos. As técnicas padrão de prevenção de infecções, como higiene das mãos, isolamento e limpeza, complementam e apoiam o stewardship de antimicrobianos e abordam especificamente o risco de transmissão de bactérias resistentes de pessoa para pessoa.

Share this article:

This article is from the free online course:

Stewardship de Antimicrobianos: Gerenciamento da Resistência Antimicrobiana

University of Dundee