Skip to 0 minutes and 6 secondsEntão, tivemos agora a oportunidade de discutir os problemas principais relacionados ao controle de infecções e à aderência aos padrões e controle de precauções para infecções baseadas em transmissões e estou muito agradecido a todos vocês por isso. Acho que foi muito útil. Talvez agora seja um bom momento para seguir em frente para alguns dos problemas de prescrições e o que nós precisamos fazer com eles. Imagino que um dos cirurgiões irão se juntar a nós.

Skip to 0 minutes and 30 secondsNão, eles não vão. Sinto muito. Nós solicitamos. Solicitamos ao diretor clínico. Infelizmente ele está ocupado hoje. Eu o fiz, e acho que Gabby também iria chamar um dos cirurgiões presentes que cuidava do paciente. Mas ele está ocupado na cena e apesar de meu aviso de como esta reunião é importante, ele apenas disse que estava muito ocupado para vir. Então, desculpe. Dada a significância e a importância de tudo que estamos discutindo, isto é muito decepcionante. Claramente, teremos que tocar neste ponto durante a reunião. Talvez este seja o ponto. Se você tiver como me ajudar a compreender quais informações temos em relação à prescrição de antibióticos nestas alas?

Skip to 1 minute and 13 secondsBem, como você ficará sabendo, e como deve estar esperando, estabelecemos uma política para antibióticos em voga já por algum tempo e que também se aplica a tratamentos, com problemas de profilaxia. Mas quando estávamos desenvolvendo as políticas de antibióticos, nós consultamos muitos dos urologistas mas infelizmente, eles não estavam muito felizes com muitos dos agentes que estávamos recomendando como parte de nossa politica para manter as orientações nacionais. Eles tinham uma preferência particular em cefalosporinas e, certamente, antibióticos de amplo- espectro similares, incluindo Ciprofloxacina, e eles sentem que estes são os antibióticos de amplo-espectro mais poderosos que realmente são necessários para os pacientes doentes.

Skip to 1 minute and 59 secondsE seus pacientes estão sempre mais doentes, e eles sentem que muitas das coisas que recomendamos não eram boas suficientes para seus pacientes doentes. Nós nos empenhamos para que eles participassem de muitas das reuniões para criarmos as políticas, mas ao final, sinto dizer, fiquei tão irritado que apenas lancei as políticas e esperei pelo melhor. Entendi. E nós sabemos se eles as aplicam? Esta é uma boa pergunta. Não posso lhe dizer que a todo o momento. Mas temos estudantes de medicina os quais persuadimos a fazer um algo a mais. Eles estão sempre buscando algum projeto. De fato, eu lembro de um há a cerca de 18 meses, atrás quando fizemos um projeto com um de nossos estudantes de medicina.

Skip to 2 minutes and 43 secondsE ela mediu uma taxa de responsabilidade com cerca de 30% para a parte de tratamento das orientações. Eu lembro que compartilhei isto com um de nossos urologistas, que por acaso é um amigo meu. Nós saímos juntos às vezes. Então sabe, ele estava curioso para ouvir. E ele me falou que contaria aos seus colegas que eles eram parte daquilo. Mas quando eu disse para ele que, bem, 30% não era muito bom, ele disse, bem, que isto não parecia estar afetando ou prejudicando seus pacientes. Eles parecem estar muito bem com o tratamento que estão usando atualmente. Nós apontamos em numerosas ocasiões que eles não estavam de acordo com o que nós geralmente recomendamos. Sério?

Skip to 3 minutes and 23 secondsO escrivão geralmente nos diz para não interferir nas decisões clínicas deles, pois eles não sabem o que é o melhor para o paciente. Sim. Eu lembro que você mencionou isso para mim. Sim. Entendi. Você acha que isto está impactando na resistência? Eu acreditava que o problema se restringia apenas à má higiene das mãos. Não. Penso que nos últimos anos, vemos um aumento gradual da resistência nessa unidade. E eu tenho certeza que a má prescrição antimicróbica irá contribuir para isso. Penso que isso demonstra que é importante realizar também prescrições antimicróbicas prudentes, assim como os padrões de controle de precauções para infecções baseadas em transmissões. Uma das dificuldades, é claro, é que agora temos opções orais limitadas.

Skip to 4 minutes and 1 secondVocê tem que usar o intravenoso. E isto introduz dispositivos e pode aumentar o risco para coisas como infecção por Staphylococcus aureus, bacteremias, e Clostridium difficile. Então, acho que isto é parte de todo o problema. Entendi. Então, e sobre a profilaxia? Este é um indicador que agora devemos monitorar e claramente, sou responsável por isso. E estamos nos saindo melhor nisto? Bem, nosso desempenho está ao redor de 45 a 60%, no máximo. Nós não conseguimos medir isto com regularidade, pois, infelizmente nunca conseguimos encontrar ninguém. E também os tipos de antibióticos que eles gostam de usar, eles gostam de uma droga que é a associação de piperacilina com tazobactama, chamada Tazocin. Eles a amam.

Skip to 4 minutes and 53 secondsEles pensam que é o melhor para seus pacientes doentes na profilaxia. Acho que a Heather irá lembrar-se de me falar que o estoque no local acaba de maneira regular, pois eles a usam na profilaxia. Eu não acredito que esta seja parte da recomendação em nossas orientações, mas nossos colegas na Urologia e até mesmo anestesistas que administram regularmente, a profilaxia e não gostam do que recomendamos. Eles simplesmente não gostam de gentamicina, pois eles acreditam que ele prejudica os rins dos pacientes e é perigoso e eles não estão prontos para usá-lo. Estou preocupado sobre o que temos em termos de políticas, responsabilidade com estas políticas, e engajamento com estas políticas. Precisamos resolver isto.

A equipe de gerenciamento antimicrobiano

Consideramos por onde começar o uso racional de antimicrobianos e, agora, consideraremos o papel da equipe de stewardship/gerenciamento de antimicrobianos.

Assista a este clipe da reunião multidisciplinar da Parte 2 ou leia a transcrição abaixo e considere as seguintes perguntas:

  1. Qual é o propósito de uma equipe de stewardship/gerenciamento de antimicrobianos em todo o hospital?

  2. O que poderia ser feito para melhorar a situação exposta no vídeo?

Poste seus comentários abaixo e responda um aluno.

Share this video:

This video is from the free online course:

Stewardship de Antimicrobianos: Gerenciamento da Resistência Antimicrobiana

University of Dundee