Skip main navigation

O Acordo de Paris

& compromissos globais sobre a neutralidade climática

O Acordo de Paris, que entrou em vigor em 2016, é a nova pedra angular do esforço global sobre as mudanças climáticas para os próximos anos. Garantiu participação global em tempo recorde. Esta é uma conquista importante, dado um contexto político em que os esforços multilaterais estão sob pressão crescente.

Uma das principais características do Acordo de Paris é que a distinção entre países “desenvolvidos” e “em desenvolvimento” é muito mais sutil do que na Convenção e no Protocolo de Quioto, colocando maior ênfase nas circunstâncias nacionais. O princípio da Convenção de “responsabilidades comuns, mas diferenciadas e respectivas capacidades” foi garantido por meio da abordagem ascendente do Acordo.

Para atingir o objetivo “bem abaixo de 2°C”, será necessária uma gestão rigorosa do ciclo de ambição de 5 anos. Outro desafio principal é garantir que todas as Partes sigam as regras detalhadas sobre transparência e responsabilidade acordadas no Livro de Regras da Conferência das Partes – COP-24 em Katowice no final de 2018. Isso exigirá uma combinação de apoio ao desenvolvimento de capacidades, revisão de especialistas técnicos e pressão dos pares para criar a combinação certa de incentivos para implementação e conformidade.

Aprofunde

This article is from the free online

Mercados de Carbono: Lições Europeias para Ação Climática Transnacional

Created by
FutureLearn - Learning For Life

Reach your personal and professional goals

Unlock access to hundreds of expert online courses and degrees from top universities and educators to gain accredited qualifications and professional CV-building certificates.

Join over 18 million learners to launch, switch or build upon your career, all at your own pace, across a wide range of topic areas.

Start Learning now